quarta-feira, 27 de maio de 2009

Pergunta difícil, resposta à altura

Se você me perguntasse como me senti, sentiria muito em não poder lhe responder.
Meu vocabulário ficaria pequeno perto dessa overdose de sentimentos.
Meus olhos cheios d'agua lhe serviriam de pista, já que sua falta não me perdeu de vista.
E ainda tenho que fazer contas de quantas vezes vivi tal tormento.

O vazio, a saudade, e um choro que me faz perder o ar.
Uma dor que sempre escolhe a hora errada pra latejar.
O luto por alguém que não morreu, mas que agora só existe em meus pensamentos.
E dentro de mim faz bagunça, me deixando formular perguntas que ainda lamento.

Se você quisesse saber o que eu pensei, nem que tentasse se pôr no meu lugar descobriria o quão perdida fiquei,
procurando preencher de alguma forma o meu olhar, e o barulho enquietante do meu silêncio enquanto me rendi ao fato de te esperar.
A sua ausência ficou presente na minha face, e minha felicidade se limitou, me fazendo sentir como num disfarce.

E se você me perguntasse o que senti, a verdade é que não conseguiria lhe responder.
Ainda me questiono que tipo de pessoa faz algo assim...
Mas já passei um domingo inteiro tentando entender.
Karla Moreno

5 comentários:

Minha vida em capítulos disse...

Aiii Karla...Tô sentindo exatamente isso hj...
Tô arrasada, mas nenhuma palavra consegue traduzir oq eu tô sentindo...
Eh confusa e horrível!

Bjão Linda =D'

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

A glória da amizade não é a mão estendida,
nem o sorriso carinhoso,
nem mesmo a delícia da companhia.
É a inspiração espiritual que vem quando você
descobre que alguém acredita e confia em você.

(Ralph Waldo Emerson)

Visite meu novo blogger
UMA ILHA PARA AMAR
http://eduardopoisl.blogspot.com/

Um grante abraço do amigo Eduardo Poisl

MateusDka disse...

E depois vem você e me diz, que não sabe dizer o que sentiu... tsc tsc tsc... poetas nunca ficam sem palavras. Até pra isso eles dão um nome...

Penso que chego a sentir o que escreve.

Bjus

a má! disse...

Quantas e quantas vezes eu ja me senti assim!
É frustante não conseguir descrever um sentimento nosso né! Mas superamos ! ;)

MUUUITA SAUDADE DAQUI!
mas agora to de volta! ^^
beijaão querida !

Sonia Schmorantz disse...

Decore sua alma ,
da forma mais linda que souber,
com uma poesia que lhe toque o coração,
para que na sua mudez, seja feliz,
pois alma que é, será sempre sua,
sem que ninguém no mundo a tire de você.
(Eda Carneiro da Rocha)

Desejo a você um maravilhoso final de semana,
Com muita paz e carinho.

Sônia