domingo, 28 de junho de 2009

Lição

Não entrei nessa achando que seria dessa forma, não. Minha visão era outra, era ampla, mas era bonita. Não entrei nessa pensando que daria errado, não. Minha esperança era meu guia, não uma experiência, ou uma mentira.

Não dei o primeiro beijo imaginando que um dia você me pediria o último. Não olhei pra você de uma maneira diferente pra um dia não querer encontrar você na rua. Não te ofereci abraços apertados pra suprir um futuro afastado. Não quis ficar junto de você pra depois ficarmos separados. Não sorri ao seu lado pra dizer que eu estava bem, ao seu lado eu sorria porque você me fazia bem. Não enxuguei suas lágrimas apenas pra não te ver chorando, suas lágrimas eram minhas também. E eu não entrei nessa achando que seria fácil, não. Mas ser difícil é uma coisa, a outra coisa tem outro nome: decepção.

Sonhei do início ao fim, não quis abrir os olhos pra realidade. Talvez porque minha inocência não pôde sentir na pele, mesmo minha carência sendo forte. Eu não quis ver a verdade, mas ela apareceu, quando eu ainda procurava um suporte.

E você estava o tempo todo certo, eu realmente não consigo enxergar a maldade, por mais insinuante e gritante que ela seja, se mostrando na minha frente. Não consigo, porque muita coisa nessa vida não me deixa explicação. Como algo que você nunca faria, e quando fazem contigo você fica sem chão, sem reação, só esperando a ficha cair. E pra ficha cair, basta um sopro... um sopro que mostra o quão tudo foi em vão.

Hoje, essa “fraqueza” pode me fazer chorar, com perguntas que talvez eu nunca tenha respostas, mas com ela aprendo em dobro.
E não entrei nessa achando que um dia falaria isso, mas obrigada por essa lição.
Karla Moreno

6 comentários:

eve disse...

Eu sempre pergunto, porque tem que ter um fim?

Gii disse...

Nada deveria ser tão sofrido!

Bjokas, Karla. Tenha uma ótima semana =D

MateusDka disse...

Seu texto é tão meu momento, que quase não respondo ao impulso de exigir Direitos Autorais. Parece que há uma certa simetria entre nossas vidas - se o momento descrito no texto for mesmo o seu atual. Pois eu, que não vejo maldade, a vi revelada contra mim... vinda de quem mais amei.

Eu não entrei nessa pensando que seria fácil, não. Só não imaginei que a lição fosse tão ruim.

Bjos, Guru dos Blogs! rsss

Minha vida em capítulos disse...

Aii Kaká, soh espero que esse texto não tenha nada a ver com você qerida... Eh tão triste o fim, principalmente quando a 'ficha cai' e vemos que tudo não passou de ilusão...

Bjão Linda ^^

Anne disse...

Oi flor, adorei seu blog, escreves muito bem...
Beijos Botafoguese (também sou. Um paixão que temos igual ^^)

Ariane disse...

Eu chorei lendo seu texto, muito bom gata'
Eu ja passei por isso e por mais tosco e repetitivo que seja: "Tudo vai passar!". Não no tempo e da maneira que você deseja mas a vida se encarrega disso.


Beijoos'