sábado, 6 de junho de 2009

Não querer também é poder

Não quero ser um amuleto, nem uma história pra contar. A garota inesquecível, a amiga de infância, aquela que aprende sem errar. Não quero sua pena. Nem sua coragem emprestada. E esse negócio de ser o que não sou, não tá com nada. Ser eu mesma já me ocupa uma vida engarrafada. Não quero máscaras. Nem mentiras flácidas. Não quero nada sem sentimento. Não quero nada que não seja compatível, nem sincero, nem intenso. Não quero o "so easy", mas também não quero o dito impossível, quero a verdade. Não quero o pra sempre, ele só existe com validade. O que eu quero mesmo é o sorriso. Eu quero o abraço. Eu quero o ar puro. Eu quero um motivo pra continuar querendo e, enquanto tudo isso estiver vivo, dentro de mim, fazer sempre existir essa prova de que eu ainda existo. Sem receio de encarar o início, e viver arranjando um meio de evitar o fim. Eu quero não ter medo de querer. Eu quero não piscar pra nenhum detalhe perder. Eu quero sentir tudo e depois de tudo não ter que me esquecer. Porque não existe coisa melhor que você se permitir, deixar de lado as perguntas difíceis e apenas se preocupar em viver e, viver e, viver.
Karla Moreno

5 comentários:

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Sorri quando a dor te torturar
E a saudade atormentar
Os teus dias tristonhos vazios

Sorri quando tudo terminar
Quando nada mais restar
Do teu sonho encantador

Sorri quando o sol perder a luz
E sentires uma cruz
Nos teus ombros cansados doridos

Sorri vai mentindo a sua dor
E ao notar que tu sorris
Todo mundo irá supor
Que és feliz


(Charles Chaplin)

Desejo um lindo domingo com muito amor e carinho.
Abraços Eduardo Poisl

Sonia Schmorantz disse...

"Conte a sua história ao vento,
Cante aos mares para os muitos marujos;
cujos olhos são faróis sujos e sem brilho.
Escreva no asfalto com sangue,
Grite bem alto a sua história antes que ela seja varrida na manhã seguinte pelos garis.
Abra seu peito em direção dos canhões,
Suba nos tanques de Pequim,
Derrube os muros de Berlim,
Destrua as catedrais de Paris.
Defenda a sua palavra,
A vida não vale nada se você não
viver uma boa história pra contar."
(Pedro Bial)

Na impossibilidade de entrar em detalhes, como eu gostaria imensamente como todos amigos que tenho, venho trazer um pouco de poesia e desejar que seu domingo, sua nova semana seja de mil cores, que tenhas muitas alegrias!

Um abraço

Sônia

.ana disse...

mt bom!
eu assino embaixo :)

bjos!!!

Giiih. disse...

texto perfeito! Amei!

Atreyu disse...

Lindo texto! e viver... e viver...