quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

Sonho

Amanheceu, você não estava mais tão perto. O que eu sonhei ficou bem ali na cama. Mas foi sincero, e como foi sincero! Nele você estava extremamente alegre, e meus lábios se abriam ao te ver, sereno e breve. Seus braços se encaixaram num abraço perfeito. E meu carinho te fez bem, como nunca havia feito. Você me olhava, em seguida sorria. Tocava a minha mão nua, carente e fria. Assim, num impulso me puxou e me levou contigo. Corríamos sem destino, como fugitivos, procurando abrigo. Tentei entender o que estava acontecendo. Mas você disse que não tinha como me explicar, que não havia tempo. E ao parar meu corpo com o seu, senti que, pela ultima vez, provaria um beijo meu. Seu olhar lacrimejou, mas não deixei você chorar. Juntei seu rosto ao meu e te ouvi dizer: “Pra sempre vou te amar”. Lutando contra o fim, notei você sumindo. Quando já não sentia seus lábios, percebi, era um sonho, eu estava apenas dormindo.

Kakau Moreno

4 comentários:

A Madrasta Má disse...

Sonhos.... Mas mesmo assim foi bom, o problema é qdo acordamos e nos deparamos com dura realidade!
Bjinhos da Madrasta!

Atreyu disse...

Como um sonho ou algo bom
Que me elevou pra muito longe
E de lá eu vivi uma realidade
Doce e feliz de verdade
Hoje vou pra cama mais cedo
Hoje vou pra cama mais cedo
Não me acordem
Não me acordem



(lindo post)

Mariana Tiné disse...

Lindaaaa... como gosto de te decifrar

Fraan disse...

aah,os sonhos *--*. Melhor de tudo é quando eles se tornam realidade.

(lindo post)

Beijo ;*